‘O público torce por romance entre eles’, diz Fábio Lago sobre Nick e Odair

Gay1 Entretenimento
'O público torce por romance entre eles', diz Fábio Lago sobre Nick e Odair
Foto: DivulgaçãoFabio Lago caracterizado como Nick de “O Outro Lado do Paraíso”.

Ele já foi o perigoso traficante em “Tropa de Elite”, um cangaceiro no filme “Entre Irmãs” e agora interpreta o irreverente Nicácio, o Nick, em “O Outro Lado do Paraíso”. Com nuances e trejeitos de um gay afeminado, é a primeira vez que Fábio Lago vive um personagem LGBT na televisão, com direito a aplique no cabelo, unhas grandes e sobrancelha bem feita.

Na trama, Nick é apaixonado por Odair, interpretado por Felipe Titto, seu funcionário num salão de beleza. Apesar de Odair ser hétero, o ator diz que a torcida para que eles fiquem juntos é grande. “O público torce pelo romance dos dois, muito mais agora com a rivalidade com a lagartixa do Marcel (Andy Gerke)”, diz Lago, aos risos, em entrevista ao site UOL.

'O público torce por romance entre eles', diz Fábio Lago sobre Nick e Odair
Foto: Reprodução/TV GloboNick (Fábio Lago) e Odair (Felipe Titto) no salão de beleza de “O Outro Lado do Paraíso”.

A parceria com Titto conquistou os telespectadores. O ator elogia o colega e diz que ele é uma das “gratas aquisições de amizades que o trabalho lhe proporciona”. “Além de um ser humano fantástico, tenho aprendido muito com ele a respeito desse modelo de ator/empreendedor atual. Em cena, Titto é muito generoso e está sempre pronto para o jogo”, afirma Lago, que tem recebido o apoio da comunidade LGBT.

Para compor Nick, Fábio se inspirou na mãe, que foi cabeleireira, e em amigos gays. Ele cita, em meio a uma longa lista, que “roubou” os gritinhos eufóricos de seu primeiro diretor de teatro, Pedro Mattos.

“Minha mãe foi cabeleireira por muitos anos e tínhamos o ambiente de salão de beleza dentro de casa. Outra referência muito importante na composição física e estética de Nick é o cabeleireiro Carlinhos Beauty, de Brasília. O uso do leque foi inspirado em Wild Acre, um amigo querido que em certa ocasião entrou na igreja com um leque chamativo. A afetação e os gestos ficam por conta de Tuta, um amigo de infância que sofria muito bullying por causa do seu jeito extravagante e hoje é baiana de acarajé em Ilhéus. E por aí vai…”, conta ele, que demora cerca de uma hora e meia para a caracterização do personagem.

Sobre o futuro de Nick, Lago espera que o cabeleireiro encontre um grande amor. Ele também não sabe os rumos que o personagem pode tomar, já que cogitou-se a hipótese de Nick se transformar em vilão.

“Em se tratando de uma novela do Walcyr Carrasco, a gente pode esperar qualquer coisa. O bacana de interpretar uma personagem complexa é que o jogo sempre pode mudar. Mas não acredito que Nick venha a se transformar num vilão. Suas transformações, penso eu, podem se aproximar mais de erros de conduta pessoal do que de um desvio sério de ética ou moral”, opina.

© Portal Gay1
Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar